sábado, 29 de dezembro de 2018

São Rock presta homenagem a Zé Podão


José Moreira de Sousa, para muitos Zé Podão, ou simplesmente Pordão. Em sua vida breve e intensa foi conhecido como: Zé Pequeno, Zé do Oião, Zé da Cultura, Zé Inglês, Zé Brown, Zé Gambiarra (esses dois últimos ele não gostava), etc. 

Zé tinha como estigma o seu desejo de liberdade, sempre foi uma pessoa livre, sem apegos materiais, que vivia na intensidade como se soubesse que sua passagem aqui seria breve!! Tinha uma carência afetiva, mas que sabia muito bem como supri-la, os pais dos seus amigos eram como se fosse seus pais, e todos, absolutamente todos tinham um enorme carinho pelo seu filho postiço a ponto de ser confundido como o filho de Xavier, de Bosco de Quinha, e assim ele se divertia e tinha vários pais e irmãos! 

Era livre daqueles que chegavam em todos os lares como se chegasse em sua própria casa, uma figura icônica daquelas que marca e fez sua história pontuada principalmente por sua ingenuidade e carinho que tinha por todos os seus!! O mais humilde da turma e ao mesmo tempo o maior sonhador, não se prendia e nem se limitava, seus sonhos eram grandes, sua busca era intensa, por conhecimento, por sabedoria e por sair do lugar comum e foi assim que arrumou suas malas e sua caixa de ferramentas e partiu para Brasília em busca de seus sonhos.

Com sua inconfundível camisa do Iron Maiden com a capa do Fear of the Dark, ou ouvindo seu ídolo Jim Morrison, ou viajando nas músicas de Janis Joplin, dando aquela sua risada inconfundível e com seus trejeitos, sua fome peculiar, e até mesmo sua irritação quando se embriagava e baixava “Alexandre” nele, foi assim que ele fez muitos amigos por onde passou, tenho certeza que quem o conheceu de alguma forma ele soube deixar sua marca. assim era Zé Podão. 

Zé sonhava em fazer uma grande festa, era um de seus sonhos: “um dia ainda coloco um trio elétrico na praça só tocando Rock no meu aniversário”!! Para muitos Zé foi a primeira perda de uma pessoa mais próxima, de um amigo que era um irmão, sua partida nos marcou muito e como sua característica maior sempre foi a sua alegria, tentamos transformar a perda, a ausência dele na realização de alguns de seus sonhos, como o São Rock que surgiu para celebrarmos a amizade, nossa grande amizade que de alguma forma Zé foi a ponte para que muitos de nós nos aproximarmos e assim unidos pelo Rock e pela amizade tentamos desde 2005, um ano após sua partida trazer o Rock para o Brejo!!

Hoje Zé completaria 42 anos, nasceu em 29 de dezembro de 1976, e pela quarta vez realizamos uma pequena homenagem a  ele, comemoramos no São Rock Revival, que leva no slogan sua frase: ‘TUDO DEPENDE DA FORÇA DA CONSEQUÊNCIA” que expressa bem a sua filosofia de vida, que as coisas acontecem independente de nós mesmos, mas que devemos aprender com essas consequências e aprendermos a viver, a sermos livres e felizes sempre com muito amor!!

Parabéns José Moreira de Sousa, parabéns Zé Podão, um abraço fraternos de todos os seus irmãos do ROCK!!

SÃO ROCK REVIVAL

Projeto que visa REVIVER os grandes shows e Bandas que já tocaram no palco do São Rock!

Para abrilhantar essa noite teremos duas grandes Atrações:

Dudé Casado & Banda trazendo seu trabalho autoral e Clássicos do Rock!

Lost Dog - Pearl Jam Tribute fazendo o melhor dessa banda ícone do Grunge!

A data é mais que especial dia 29 de dezembro, aniversário do nosso eterno amigo José Moreira de Souza (Zé Podão)!!

O local também é para REVIVER, Coliseum no Brejo, que entrou para a história do nosso Festival com momentos inesquecíveis do São Rock desse ano!

Os ingressos estão  a venda ao preço de R$ 20,00, no bar Caldeira do Inferno e farmácia Santa Cecília.

Contamos com a presença de todos para mais esse momento de Vivência Cultural, Diversão e Arte!

Realização:
AASRBS - Associação dos Amigos do São Rock Brejo Santo.

Desde 2005 trazendo o Rock pro Brejo!

“Tudo depende da força da consequência” Zé Podão.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário