segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Mauro Albuquerque quer barrar entrada de celulares em presídios

Foto: Camila Lima/SVM
O secretário da Administração Penitenciária do Ceará, Mauro Albuquerque afirmou que pretende adotar medidas para tornar mais rigorosa a fiscalização e impedir a entrada de celulares nos presídios no estado. Os telefones são usados por chefes de facção presos para ordenar crimes de dentro das celas.

A promessa do secretário de acabar com celulares nas unidades e encerrar a divisão de presos nas detenções conforme a facção criminosa a que pertencem foi o estopim para a crise na segurança no estado, que enfrenta o sexto dia de uma onda de ataques violentos.

Nesta segunda-feira, ele afirmou que a fiscalização dos celulares é uma medida "importante" para conter o crime no estado. "Investir nos equipamentos que impeçam a entrada de objetos é um trabalho mais importante e que vamos aprimorar aqui", afirmou.

"É preciso também que o Governo Federal realize uma pactuação nesse sentido. O crime hoje está organizado nacionalmente, para além das divisas. Então não adianta uma unidade possuir o bloqueio e as demais, não. Iniciativas como o Sistema Único de Segurança Pública e o Fundo Penitenciário são importantes para essa nacionalização das medidas", completou.

Fonte: G1/CE
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário